A campanha Bicicleta nas Eleições 2016 da Cicloiguaçu foi marcada pelos seguintes momentos: Planejamento, Campanha Abrindo Caminhos pra Bicicleta, Pesquisa prioridades, Elaboração da Carta, Lançamento, Coleta de assinaturas, Roda de Conversa Mobilidade Ativa, Divulgação 1º turno, Release 2º turno, Sabatina On-line 2º turno, Relação com candidato eleito.

Planejamento

Na primeira reunião de planejamento ocorreu a formação do Grupo de Trabalho Eleições. Foi discutida a relevância da campanha, tido como exemplo a Carta Compromisso da campanha de 2012. Outro fator importante levantado na reunião foi a necessidade de garantir a destinação de verba do orçamento municipal para 2017. Sendo a falta de verba o maior empecilho dito pela atual gestão para não implantar a estrutura cicloviária prometida.

Abrindo Caminhos pra Bicicleta

No mesmo mês da reunião de planejamento estavam sendo realizadas as audiências públicas da LOA (lei orçamentária anual). Na reunião, o grupo decidiu fazer uma pré-campanha de urgência, criou um abaixo-assinado pedindo a destinação de 30 milhões para estruturas cicloviárias. Foram mais de 1100 assinaturas em 3 dias de ação. O pedido foi protocolado em 3 audiências públicas, na secretaria de trânsito e câmara de vereadores.

Pesquisa Prioridades

Ainda na fase de planejamento da campanha foi destacada a necessidade de envolver o maior número de pessoas possível na elaboração da carta. Gostariamos de ter realizado eventos reunindo diversos atores da sociedade para discutirmos a mobilidade ativa e construirmos coletivamente a carta compromisso. Devido a falta de tempo e recursos a estratégia foi realizar uma pesquisa on-line para saber quais eram as prioridades das pessoas em relação a mobilidade não motorizada. O questionário foi respondido por 130 pessoas. Foram feitas perguntas de multipla escolha, nas quais os entrevistados listavam as prioridades e duas perguntas discursivas. As respostas da pergunta “como reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito” foram sintetizadas em um nuvem de palavras, que ilustrou a carta compromisso.

Elaboração da Carta

A carta compromisso foi escrita coletivamente pelo corpo técnico da cicloiguaçu, teve como base a carta 2012, a pesquisa de prioridades, as cartas de outras cidades compartilhadas pela UCB e referências internacionais de mobilidade e segurança viária. A estrutura foi definida por 6 compromissos pilares:

  1. Promover na gestão o diálogo e a construção contínua de um trânsito mais ativo

  2. Investir e incentivar campanhas e programas de educação para o convívio no trânsito

  3. Promover a Integração Modal

  4. Ampliar as frentes de fiscalização do comportamento no trânsito municipal

  5. Reduzir a velocidade máxima das vias municipais

  6. Investir em infraestrutura e ampliar a segurança da circulação ativa

Cada compromisso foi acompanhado de uma série de propostas para que, no início da gestão 2017, serão discutidas, detalhadas e implementadas.

A carta está disponível na integra no link:

http://www.cicloiguacu.org.br/?p=3617

Lançamento da Carta

A Carta Compromisso 2016 foi lançada no dia 15/09 no evento “Diálogo com os candidatos(as) a vereador em Curitiba”, organizado pela ONG Sociedade Global.

Estavam presentes no evento 21 candidatos e candidatas a câmara de vereadores, destes 14 assinaram a carta.

Coleta de assinaturas

Após lançada a carta, demos prioridade para conseguir as assinaturas dos candidatos à prefeitura, entramos em contato com os partidos e assessorias para apresentar a carta e conseguir agenda com os candidatos.

Roda de Conversa Mobilidade Ativa

Com o intuito de discutir os temas e diretrizes da carta compromisso, organizamos uma roda de conversa convidando os candidatos a participarem e assinarem a carta junto ao público interessado na pauta. Estiveram presentes 6 candidatos e uma candidata a Câmara de Vereadores e mais de 25 eleitores.

Para ampliar o alcance da conversa foi feito e divulgado um vídeo do evento.
[youtube id=”8OzAX9ZIviA” width=”600″ height=”350″ autoplay=”no” api_params=”” class=””]
Disponível no link:
https://www.youtube.com/watch?v=8OzAX9ZIviA

Divulgação 1º Turno

Antes do dia da votação postamos na nossa fanpage o link para a lista de candidatos que assinaram a carta estava disponível no página:

http://www.cicloiguacu.org.br/2016/09/20/carta-compromisso-eleicoes-2016/

Release 2º turno

Ambos os candidatos que passaram ao 2º turno haviam assinado a carta no 1º turno. Nossa estratégia então foi manter em pauta a ciclomobilidade e tentar uma agenda exclusiva com os candidatos para uma entrevista. Para isso foi feito um release sobre o conteúdo carta, com dados e informações para fundamentar as propostas. Este release foi enviado a assessoria dos candidatos e também a imprensa.

Sabatina On-line

Quando percebemos que não seria possível conseguir uma agenda exclusiva com os candidatos, mudamos a estratégia e criamos um evento no facebook que incentivava os eleitores a questionarem os candidatos sobre a mobilidade ativa pela rede social e colarem a resposta no evento. A ação alcançou 522 pessoas.

Relação com candidato eleito

Após assinar a carta no 1º turno, o candidato Rafael Greca copiou parte do conteúdo e postou como proposta para Ciclomobilidade na sua rede. No 2º turno enviamos uma carta de interpelação ao candidato para um esclarecimento após a afirmação “vou acabar com a área calma” em um debate na TV. A ação foi divulgada pela mídia. Após o desconforto, foi realizada uma reunião com o candidato a Vice-prefeito da chapa para esclarecimentos e afirmação do compromisso.

Considerações Finais

A campanha mais uma vez foi uma forma de manter em pauta a ciclomobilidade.

Percebemos que o compromisso é simbólico e que as propostas só serão executadas se nos mantermos atuantes, demandando e participando das mudanças que desejamos.

Para isso temos como objetivo nos reunirmos com a futura gestão e tentar construir junto a eles um plano de trabalho, para defirmos metas e indicadores, e assim poder acompanhar e avaliar o andamento da gestão em relação aos compromissos.

Como avaliação para próximas campanhas, ressaltamos a importância do fortalecimento do engajamento político da sociedade, buscar trazer as pessoas para a construção da cidade que queremos.